You are currently viewing RBA 148- Curtas

RBA 148- Curtas

  • Post category:ARTIGO

1. Metaverso no mundo imobiliário (Fonte: Site Revista Veja)

Pela primeira vez o Brasil teve uma venda de imóvel pelo Metaverso. A transação ocorreu por meio da plataforma de moradia por assinatura Housi. A empresa convidou pessoas para conhecer imóveis dentro do Decentraland (um dos Metaversos mais populares do mundo), quando um dos visitantes resolveu comprar um apartamento. Agora o proprietário poderá vivenciar online a experiência de morar em uma casa nos mesmos moldes das que são oferecidas no mundo físico. A expectativa é que seja a primeira de muitas vendas do tipo e traga novas possibilidades de negócios ao setor imobiliário, que busca inovar combinando o real e o virtual.

2. ESG é novo diferencial para empregabilidade (Fonte: Revista Exame)

Entender de tecnologia e ter Soft Skills apuradas já não são considerados diferenciais no mercado. Uma nova habilidade que tem ganhado destaque no meio corporativo, e impulsionado a busca por profissionais capazes de implementar estratégias, é o ESG. Sigla em inglês para preocupação com o meio ambiente, sociedade e governança, o segmento está tão em alta que apenas no LinkedIn já são 3.639 vagas dedicadas ao setor. Segundo o levantamento da consultoria IBV — realizado com mais de 15 mil pessoas de nove países, incluindo o Brasil—, 54% dos entrevistados estariam dispostos a pagar mais caro por um produto cuja empresa siga práticas ESG.

3. Moda e Second hand em alta (Fonte: Valor Investe)

A indústria da moda é o segmento com maior faturamento global no e-commerce B2C, com vendas de US$ 525 bilhões anualmente. Ele cresce em média 11,4% por ano e a expectativa de faturamento para 2025 é de US$ 1 trilhão. Com o crescimento do mercado de moda, surgem oportunidades para empreender. Uma das tendências desse setor é o chamado ‘second hand’, a venda de produtos selecionados, já usados. Em 2020, o mercado de segunda mão faturou US$ 24 bilhões e a estimativa é que, em 2028, o setor movimente US$ 64 bilhões.

4. Time de futebol virtual? (Fonte: Infomoney)

A corretora ‘Mercado Bitcoin’ anunciou que pretende lançar um time de futebol no Metaverso, com gestão inovadora e baseada em ativos digitais do mundo online. Todos que possuírem tokens oficiais do clube poderão participar das tomadas de decisão. A expectativa é que os ativos virtuais do time sejam vendidos para financiar a comissão técnica e as peneiras que serão realizadas em 2023. Os 3,5 milhões de clientes da exchange receberão os ativos de graça via airdrop. O lançamento oficial deverá acontecer durante a Copa do Mundo de 2022.

5. Cheiro de Cleópatra (Fonte: Superinteressante)

A união entre mercado e ciência parece não ter limites. Um estudo realizado por cientistas da Universidade do Havaí (EUA) afirma ter descoberto qual era o cheiro do perfume utilizado por Cleópatra (última rainha do Egito, que viveu entre 51 A.C e 30 A.C). Para chegar à fragrância original, o estudo analisou resíduos de uma fábrica de perfume egípcia de 2,3 mil anos, além de antigos escritos gregos e romanos. O perfume mendesiano (utilizado pela elite da época), ao que tudo indica, seria à base de óleo de tâmara, mirra, canela e resina de pinheiro e outras especiarias. Caso seja reproduzida pelo mercado, a fragrância pode fazer sucesso entre entusiastas e fãs da rainha.

6. Moda sustentável é tendência (Fonte: Proativa)

Dados da Ellen Macarthur Foundation — organização que promove a economia circular no mundo — mostram desperdício preocupante da indústria da moda. O setor consome mais de 93 milhões de litros de água por ano, o equivalente a 37 milhões de piscinas olímpicas. Pensando nos males causados pelo “fast fashion”, emerge um movimento mundial de moda sustentável. No Brasil, iniciativas como a Retiqueta, plataforma com o propósito de estimular a sustentabilidade, somam forças à economia circular para combater o fenômeno.