Perícia Judicial

Perícia Judicial

CFA oferece capacitação online e gratuita na área para profissionais de Administração registrados nos CRAs conveniados

Por Giovanna Carvalho

 

Quer ter a oportunidade de se aperfeiçoar em uma das áreas mais promissoras do setor de um jeito fácil, onde e quando quiser? O Conselho Federal de Administração (CFA) lançou o Curso de Perícia do Profissional de Administração de forma gratuita para todos os profissionais registrados e em dia com o CRA, na plataforma da Universidade Corporativa do Administrador (UCAdm), nos moldes do Manual de Perícia do Profissional de Administração reeditado em 2017.

Esta é mais uma ação do CFA para divulgar e preparar os profissionais para atuarem com excelência no segmento de perícia judicial que cresce mais a cada dia. Além disso, a autarquia criou a Comissão Especial de Perícia Judicial, Extrajudicial e Administração Judicial (Cepaj). Composta por oito especialistas da área, a comissão está atenta às leis, aos projetos de leis e às normatizações, além de estar sempre disposta a orientar, discutir, defender e divulgar o trabalho da perícia judicial, extrajudicial, inclusive arbitral e de mediação.

“O perito é um auxiliar da justiça nos assuntos técnicos e científicos e deve ser um profissional idôneo, ético e de conhecimento profundo na sua área de atuação. Como sua importância e responsabilidades são grandes, pois o laudo apresentado por ele é a base para a sentença do magistrado, é fundamental que o profissional que exerça a atividade estude constantemente, respeite e dê atenção aos prazos, dentre outras características que são citadas no Manual e na Capacitação elaborados pelo CFA”, explicou o administrador Francisco Carlos Santos de Jesus, coordenador da Cepaj.

O mercado de trabalho para um administrador na área de perícia é bem vasto, segundo Francisco de Jesus. Entre tantas funções, o profissional está habilitado para fazer cálculos nas varas federais, estaduais, do trabalho, família e criminal. Pode atuar em perícias de estoque e materiais, na área de Documentoscopia, Grafoscopia e como administrador judicial, onde será o gestor na recuperação judicial de uma empresa.

Ainda de acordo com o coordenador da Cepaj, para o profissional de Administração poder trabalhar no segmento da perícia judicial, ele precisa ser especializado na sua área e estar em dia com suas obrigações junto ao seu Conselho Regional de Administração (CRA). Além disso, a escolha do administrador para atuar como perito judicial é feita por um juiz togado, seja federal, estadual ou do trabalho.

Para saber mais sobre a capacitação, clique aqui.

Deixe uma resposta

Fechar Menu